Riscos da PJ

Há consideráveis riscos quando empresas terceirizam mão de obra recorrendo a soluções como a contratação de profissionais como PJ. Embora a escolha por atuar como PJ possa ser visto como um direito do empregado, a Justiça Trabalhista entende que se esse profissional tem horário, se reporta a um chefe na empresa e tem esta empresa como única cliente, então está caracterizado o vínculo empregatício, o que coloca tanto a terceirizadora de mão de obra quanto a contratante em situação de risco, passível de elevadas multas. Veja mais na entrevista com Antonio Palácios.

Leave a Reply