Archive for 31/03/2020

Tecnologia e Dinheiro andam lado a lado!

Muito além de um ser mitológico, no mundo dos negócios o Unicórnio também simboliza algo fantástico: uma startup que alcança o valor de mercado de 1 bilhão de dólares ou mais. Perante o cenário instável que o Brasil vem enfrentando nos últimos anos, chega a ser difícil imaginarmos que exitem empresas com esse perfil em nosso país, mas elas existem e por incrível que pareça todas elas tem algo em comum: a tecnologia!

Segundo a investidora Aileen Lee, os primeiros Unicórnios surgiram nos anos 90 e a lista é encabeçada pelo Google, na década seguinte a tecnologia aflora e novos nomes surgem no mercado, sendo o Facebook o destaque dos anos 2000. Vale lembrar que atualmente, tanto o Google quanto o Facebook já não são mais considerados Unicórnios por terem vendido ações ao público e terem se tornado OPI (Oferta Pública Inicial). O primeiro Unicórnio Brasileiro apareceu somente em 2018, a 99 Táxi é um aplicativo de transporte que bate de frente com o Uber e se tornou um Unicórnio ao ser adquirida pela empresa Chinesa Didi Chuxing, que deu aporte de 1 bilhão de dólares aos brazucas.

Na sequencia, vieram dois nomes bastante populares. Como um empreendimento do Grupo Uol, empresa líder da internet brasileira, o PagSeguro surgiu em 2006 com o objetivo de facilitar a vida dos internautas que faziam compras online através de um portfólio com soluções de pagamentos para o comércio eletrônico, atendendo lojas virtuais e também estabelecimentos comerciais. Já o Nubank, é a fintech que atua como banco digital e operadora de cartões de crédito sem anuidade, em 2019 foi eleita a empresa mais inovadora da América Latina pela Revista Fast Company.

Além dos nomes citados acima, ainda temos empresas como iFood, Loggi, Gympass, QuintoAndar, Ebanx e Wildlife. Contrariando as estatísticas, apesar da estimativa de formandos em tecnologia ser menor do que a previsão de demanda por profissionais nos próximos anos, segundo a Associação Brasileira de Startups (ABS), o Brasil conta com mais de 12 mil startups e boa parte delas calça seus negócios na tecnologia. Isso nos faz acreditar, que apesar de contratempos como o Coronavírus e diversos outros percalços como a desvalorização do Real, 2020 ainda será um ano de virada para o ecossistema financeiro do nosso pais.

Temos nos redescoberto dia após dia, nos adaptando a nova realidade e trabalhando duro para fazer do Brasil um país melhor. O serviço de Recrutamento & Seleção ou até mesmo de Terceirização tem grande responsabilidade no desenvolvimento e crescimento de empresas como as que citamos acima. E não somente visando atender as demandas atuais do mercado, mas também almejando diminuir o déficit por profissionais qualificados no setor de Tecnologia da Informação, é que a Talent Group tem programas como o SemeaRH e o ReciclaRH.

Se você tem uma Startup, vale saber como funcionam os treinamentos que visam retirar indivíduos de situação de vulnerabilidade social e lança-los como jovens profissionais no mercado ou os treinamentos que visam atualizar profissionais experientes com pequenos gaps tecnológicos, entre em contato com a equipe Comercial, ou com o Presidente da Talent Group, Almir Cozzolino. Será um prazer compartilhar ideias e quem sabe somar na dura jornada que é empreender no Brasil.

Ficar em Casa Pode Ser Legal!

 

Devido às recomendações para que fiquemos em casa nos próximos dias, muitos têm encarado essa situação como algo maçante, mas se pensarmos de forma positiva, essa pode ser uma oportunidade para nos reaproximar ou nos aproximar ainda mais dos nossos familiares, de nos divertir e também descobrir ou lapidar algumas habilidades. Informação é importante, mas passar o dia todo em frente da TV, observando um verdadeiro looping de informações sobre a atual situação, pode sobrecarregar a cabeça de qualquer um. Veja o noticiário apenas uma ou duas vezes ao dia, e aproveite seu tempo livre para desenvolver atividades como:

– Ler um livro. Você pode aperfeiçoar seus conhecimentos e capacidades técnicas ou pode simplesmente relaxar e se divertir lendo uma ficção científica, um romance, ou até mesmo um almanaque de história em quadrinhos. Ler é um ótimo exercício para a mente e uma forma eficiente de conter a ansiedade. Se você tiver crianças em casa, também vale escolher uma história que você possa contar para a garotada.

– Ouvir música / Assistir um clip. Escolha um artista que você goste e procure conhecer sua discografia, do início ao fim, revisite suas canções favoritas e procure se atentar aos detalhes. Ao ouvir com atenção, focado na obra do artista, é bem possível que você perceba novos detalhes, que passe a gostar ainda mais da obra e do autor. Parar para assistir/ouvir aquela banda, de que você tanto ouviu falar, de quem todos os seus amigos gostam, pode ser uma boa pedida.

– Desenhar ou pintar. Dê uma chance aos seus dotes artísticos, deixe a criatividade fluir e compartilhe com os amigos a sua obra de arte. Se seu conhecimento for zero sobre ilustração, sem problemas, existem uma série de tutoriais e vídeo aulas, na internet, que podem te ajudar. O importante é tentar, libere o teu artista interior!

– Por falar em dote artístico, que tal falarmos de música? Se você tem algum instrumento em casa, essa é a chance para você aprender novas músicas, compartilhar com os familiares ou com os amigos, através de uma transmissão ao vivo, nas redes sociais. Caso você não tenha um instrumento, cante! Procure pelas letras de música que te agradam e solte a voz. Quem sabe você não aparece no The Voice, quando tudo voltar ao normal?

– Jogos de tabuleiro, tirar palitinhos, dominó, baralho e até mesmo brincadeiras mais simples, como os jogos “stop”; forca ou jogo da velha, que necessitam apenas papel e caneta, podem ser um ótimo passa tempo. Além disso, jogar vídeo game ou buscar jogos no computador, também valem muito a pena. Procure atividades que possam ser feitas em grupo e, se houver crianças na casa, tente interagir ao máximo com os pequenos.

– Todo esse isolamento se justifica em razão da proteção que precisamos gerar para as pessoas que fazem parte do grupo de risco, principalmente os mais idosos, entretanto, muitos deles necessitam de ajuda para fazer as compras de produtos essenciais, como supermercado, padaria e farmácia. Que tal, você que é jovem, se oferecer, voluntariamente, para essa tarefa?

Citamos apenas 6 tipos de atividades que pode fazer seus dias e dos que te cercam mais felizes, mas há diversas outras formas de aproveitar seu tempo e fazer, com que a estadia em casa, seja uma experiência positiva. Você também pode assistir filmes/séries, cozinhar pratos diferentes, aproveitar para organizar e limpar seus armários, ligar para amigos e parentes próximos, mandar mensagens para pessoas que não fala há tempos e reatar laços, meditar, fazer planos para uma viagem, planejar uma festa pra quando tudo estiver liberado, e muito mais. Use a criatividade.

É tempo de compartilhar amor, afeto e aproveitar da tecnologia para permanecemos unidos, mesmo que com certa distância. #estamosjuntos

Uma Chance para se Repensar

 

De olho no movimento global e acatando as recomendações do governo, uma das primeiras decisões tomadas pela Talent Group foi aderir ao movimento “fica em casa”; para combater a propagação do COVID-19. Há algumas semanas, abordamos em nosso blog o assunto”Home Office”; como uma possibilidade, agora mais do que uma sugestão, esse é um conselho: fiquem em casa, o trabalho para sua empresa e pelo Brasil que não pode parar! #quarentenanaoeferias.

É importante frisar, novamente, que ficar em casa não significa se ausentar do trabalho, muito pelo contrário, é hora de fazermos da tecnologia uma aliada, para manter nosso país em movimento, através de um engajamento coletivo. Em nosso caso específico, além de dar o aval para que toda equipe de Recrutamento e Seleção trabalhe em casa, eliminamos algumas reuniões e entrevistas não obrigatórias, aumentamos significativamente o agendamento de outras via vídeo conferência, enfim, a Talent Group está adequada ao momento que o mundo vive. Estamos aptos, também a ajudar nossos clientes com serviços de Terceirização de Mão de Obra para a área de TI, viabilizando o trabalho home office, fornecendo, além do profissional, o equipamento para que isso aconteça de maneira responsável.

São tempos difíceis e todo cuidado é pouco, entrar em pânico não vai ajudar, temos que manter a calma e agir com inteligência. É hora de aproveitarmos o fato de os profissionais de tecnologia da informação poderem trabalhar remotamente, para seguir suprindo a demanda daqueles que necessitam da mão de obra de desenvolvedores, analistas de sistemas, analistas de suporte técnico e outros profissionais, que fazem parte do nosso leque de serviços. Também acreditamos que mais do que bater metas e manter-nos em atividade, também é hora de utilizarmos nossos canais de comunicação para conscientizar cada vez mais a população.

Ficar em casa nos próximos dias é uma forma de respeito e zelo pelos mais velhos e mais fragilizados e isso vem sendo repetido por vários meios de comunicação. Neste ponto temos convicção que é a única maneira de achatar a curva de crescimento da pandemia.

Mas queremos que você vá além disso!

Pedimos que você seja um Agente do Bem contra o enorme risco que nos cerca: a ignorância. Graças à Deus você foi abençoado e nasceu na família onde nasceu, teve a oportunidade de receber a educação que recebeu. Mas isso não aconteceu e não acontece com todos. Somos uma parcela muito pequena da sociedade brasileira, a maioria do nosso povo, infelizmente, ainda ouve as recomendações com ceticismo e descaso, trata com zombaria os riscos e nem imagina que a situação é realmente muito séria. Não raro ouvimos de pessoas nos mais diversos locais, dizendo que isto tudo é um exagero, que “não estou nem aí pra isso”, ou que “isto não me pega”… enfim, frases que às vezes deixamos passar por estarmos preocupados com nossa própria vida ou no máximo sentimos pena de quem emite esta opinião.

Ser um Agente do Bem, neste caso, é investir um tempo teu no próximo e fazer o diferente, fazer o que talvez você sempre tenha pensado em fazer e nunca tenha se dado ao direito. Pedimos que você dê espaço pra que este outro “você” apareça. Pedimos que deixe que este Agente do Bem se manifeste, não restrinja as ideias dele, a vontade de ajudar, é genuína. Permita que ele lute pelo bem dos mais desafortunados, que busque formas de divulgar os perigos e as formas de evitar a propagação do vírus, permita-se parar… pensar…e agir com todos os atributos que Deus te deu, tua força e inteligência farão a diferença, garanto!

Salve alguém dos efeitos da própria ignorância e indiferença. Isto será um ato de compaixão e fé, um ato de amor e bondade que, provavelmente ninguém saberá, exceto você próprio e Deus… e quem sabe para Ele, isto não pode ser interpretado como um “muito obrigado Senhor, por tudo o que me deu” …

Para maiores informações, acessem: www.coronavirus.saude.gov.br
Confira também o Guia de Prevenção do Governo do Estado de São
Paulo: www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus

Caça aos Desenvolvedores!

Diversas escolas, com foco em Tecnologia da Informação, têm filas de espera para os cursos de Desenvolvedor de Software e áreas relacionadas, e por incrível que pareça, a previsão de demanda por mão de obra no Brasil ainda é muito maior do que o número de jovens em formação. A ideia de ganhar altos salários seduz.  A possibilidade de dar um tiro certeiro ao criar um software inovador e de faturar milhões, também faz os jovens desenvolvedores sonharem cada vez mais alto. Mas, acreditem, ainda falta mão de obra qualificada.

Empresas já consolidadas oferecem salários astronômicos para os jovens com boa capacitação técnica, e mesmo assim, alguns tomam iniciativa e criam suas próprias Startups.  O Brasil tem sido um país em destaque nesse quesito com empresas como Nubank, Ifood, Loggi entre outras. Isso faz com que a competição pelos desenvolvedores seja cada vez mais acirrada no país e, consequentemente, a falta de disponibilidade de profissionais abre muitas brechas na economia.

Estima-se que, atualmente, o Brasil tenha cerca de 2 milhões de profissionais graduados em áreas relacionadas com tecnologia, sendo que a previsão de demanda por novos profissionais de TI, entre 2019 e 2024, atinja 70 mil vagas, segundo a BRASSCOM (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicações). Entretanto, no ano 2017 estimava-se que de 46 mil profissionais graduados fossem absorvidos pelo mercado de trabalho brasileiro, mas somente 26 mil conseguiram sucesso na colocação, o que nos faz ligar o alerta e levantar a pergunta que não quer calar  “onde estão os Desenvolvedores?”

Como o problema da escassez de mão de obra é global e, em muitos casos, os profissionais podem trabalhar à distância, existem diversos profissionais brasileiros trabalhando com empresas de outras nacionalidades. Empresas brasileiras estão caçando, a dedo, bons desenvolvedores e algumas delas têm feito manobras interessantes, como contratar brasileiros que moram no exterior ou oferecer aos brasileiros a oportunidade de trabalhar fora do país, em escritórios remotos, ou mesmo home office.

Em suma, o enfraquecimento do Real tem pesado contra o Brasil na briga pelos profissionais de Tecnologia da Informação. As empresas europeias e americanas saem em vantagem na contratação pelos melhores desenvolvedores por conta do câmbio. Quem é que não quer ganhar em Dólar ou Euro? A realidade é dura, mas perante as adversidades cria-se um cenário muito difícil de ser mudado instantaneamente, a solução é buscar métodos inovadores para mudar o quadro atual do mercado de Tecnologia no Brasil, e já há empresas trabalhando duro em cima de soluções possíveis.

Um exemplo é o Programa SemeaRH, criado pela Talent Group, que visa unir a força e o entusiasmo de jovens recém-formados em Tecnologia, às necessidades de empresas que buscam profissionais bem qualificados, o programa cria trilhas de desenvolvidos nas ferramentas demanda pelos clientes que são, em geral, as de maior demanda no mercado. O programa ainda possui seu lado social, uma vez que um dos objetivos é patrocinar, a cada novo contrato fechado, o treinamento de jovens de alta vulnerabilidade, ajudando-os a obterem lastro tecnológico para iniciarem no mercado de trabalho.

Na visão do Presidente da Talent Group, Almir Cozzolino, frente às dificuldades existentes é necessário ter criatividade e agir proativamente para sanar o déficit de profissionais especializados no mercado. Desta forma, criou-se um processo virtuoso, que contribui com questões sociais e, de forma realista e transparente, busca soluções que se auto mantenham, fortalecendo a relação empresa-sociedade. De quebra, consolida parcerias estratégicas com empresas certificadoras mundialmente reconhecidas que geram valor agregado às marcas envolvidas na operação. Resumindo, não adianta continuar reclamando pela falta de profissionais, ou pela perda dos mesmos para a concorrência, Se não trabalharmos na geração de novos talentos, e se não começarmos este processo por nós mesmos agora, daqui a alguns anos, estaremos com ainda mais motivos para reclamar e com menos tempo para encontrarmos a solução.

Para maiores informações sobre o SemeaRH, entre em contato com a equipe Comercial, ou com o Presidente da Talent Group, Almir Cozzolino.

A sustentabilidade é muito mais acessível do que você pensa!

Torres de energia eólica, placas de energia solar, carros movidos a eletricidade, escovas de dente com matéria prima biodegradável etc. Das mais complexas às mais simples, diversas práticas ecológicas que nos pareciam totalmente futuristas, já fazem parte da nossa realidade.

As torres de energia eólica ainda demandam certa mão de obra sendo necessário ter uma condição geográfica adequada para que isso funcione. Mas, as placas de energia solar já têm se tornado comum em diversos edifícios, assim como os carros elétricos já são vistos em boa parte da Europa e vem ganhando espaço na América Latina. Já a parte da escova de dentes ecológica, esse é um claro exemplo das pequenas coisas que podem fazer parte do nosso dia a dia e contribuir muito para a melhoria do meio ambiente.

Para ser sustentável, basta querer. Existem uma série de minúcias que podem ser adotadas e que farão a diferença ao nosso planeta. Vale lembrar que os diretores e pessoas com cargos mais altos são tidos como exemplo e se a iniciativa partir deles é muito mais fácil para que as outras pessoas venham se conscientizar e aderir aos novos hábitos. Confira a seguir algumas orientações muito simples, mas que vão fazer a natureza lhe agradecer:

• Esqueça os copos descartáveis, investir em copos e/ou canecas com o logotipo da empresa é descolado e traz um ar mais profissional a instituição. Também vale personalizar as canecas com o nome dos proprietários ou incentivá-los a usar algo de gosto pessoal, como canecas com frases criativas, de séries ou do seu personagem favorito.

• Economia de recursos como papel, água e energia também são bem-vindos, um pequeno aviso no rodapé do e-mail perguntando se há realmente importância em imprimir o conteúdo ou um adesivo em local estratégico alertando as pessoas a fecharem bem as torneiras e mantendo as luzes apagadas ao sair, ou ao final do
expediente, além de ajudar o planeta, essas ações também farão a diferença no seu bolso.

• Lixo com divisória para recicláveis, vale a pena deixar acessível a todos os funcionários e colaborar com a coleta seletiva. Especialmente para os papéis que muitas vezes são impressos e importantes em determinados momentos, mas que perdem a relevância após uma reunião. Busque informações com a subprefeitura e passe a contribuir com a reciclagem.

• Estimular os funcionários a compartilhar carona também é uma prática que, além de entrosar a equipe, colabora com a redução de trânsito e emissão de poluentes. Caso haja muitos funcionários que morem razoavelmente perto, uma caravana de bicicletas ou até mesmo na caminhada também é válida.

• Promova pequenos projetos ambientais, compre algumas mudas e faça uma ação com seus funcionários para plantar árvores em locais estratégicos do bairro. Também vale compartilhar isso com seus clientes, essa é uma maneira de fortalecer a parceira e agregar valor à sua marca.

Citamos apenas cinco exemplos de tornar sua empresa sustentável sem fazer grandes esforços ou investimentos. Mas há inúmeras possibilidades de trabalhar em prol do planeta, vale a pena investir em palestras e treinamentos sobre sustentabilidade, para que os colaboradores de sua empresa também levem esses hábitos para casa. Reflita também sobre a energia solar, atualmente o custo caiu muito e o retorno financeiro também pode ser agradável com a economia feita no decorrer dos anos. Ser sustentável é uma via de mão dupla, muitas vezes você não está apenas colaborando com o meio ambiente, mas também está tendo um retorno financeiro.

Vale a pena!