Archive for 29/02/2020

Que os programadores se programem: é hora de se exercitar!

Profissionais de TI passam inúmeras horas na frente do computador, não só devido as extensas jornadas de trabalho, mas também pelo fato de que alguns passam seu tempo livre assistindo séries no Netflix, jogando em plataformas online ou até mesmo navegando nas redes sociais de forma descompromissada. Dado estes fatos e a importância do ser humano se exercitar, mesmo que minimamente, algumas empresas de Tecnologia da Informação propõe a pratica de atividades laborais durante o expediente, dentro do próprio ambiente de trabalho.

Alongamentos simples e alguns exercícios físicos leves já ajudam a manter o equilíbrio entre mente e corpo sãos, mas o ideal é que cada um busque a prática de atividade que lhe dá mais prazer, mesmo que de forma recreativa e descomprometida. Para aqueles que buscam um pouco de adrenalina, as Artes Marciais (Muay Thai, Karatê, Jiu Jitsu, Boxe e etc)ou Esportes Radicais (Surf, Skate, Rapel, Rafting entre outros)podem ser uma ótima escolha. Para aqueles que preferem não se arriscar tanto, mas que ainda assim gostam de uma boa disputa, temos o Futebol, o Basquete, o Handebol e outros esportes coletivos.

Se bola e luta não são pra você, mas ainda assim você quer ter uma forma física melhor, uma opção é a Musculação ou o CrossFit. Com o crescimento significativo do número de academias no Brasil nos últimos anos é fácil encontrar um local para treinar, apesar de que o uso das academias convencionais vem perdendo força devido ao surgimento do CrossFit, uma modalidade mais versátil que a Musculação, onde se mistura levantamento de pesos com Ginástica Olímpica, Atletismo e outros esportes. Geralmente, seus praticantes priorizam por atividades de alta intensidade, buscando superar suas metas pessoais, mensurando e aumentando seus feitos de forma gradativa.

Caso nenhuma dessas sugestões chame sua atenção e seu perfil seja mais Zen, atividades como o Yoga ou o Pilates também estão super em alta. Para quem não conhece, o Yoga é uma disciplina física originária da Índia, freqüentemente associada a praticas meditativas que trabalham o autocontrole da mente e o autoconhecimento do corpo. Já o Pilates, apesar de ser conhecido como tratamento e prevenção para quem tem problemas de coluna, é um método de controle do corpo que traz grandes resultados para quem busca emagrecer ou definir sua musculatura. Vale a penar conferir e saber mais sobre essas modalidades.

Enfim, as alternativas são muitas, mas se você chegou até aqui e nada do que foi sugerido te convenceu, ainda existem possibilidades de se exercitar extremamente minimalistas. Por exemplo, se possível, troque a condução até o trabalho por uma caminhada ou faça o caminho de bicicleta, se o trabalho for muito distante de sua casa, desça alguns quarteirões antes do ponto e complete o trajeto a pé. Se trabalhar em um prédio, você também pode trocar os elevadores pelas escadas, nos momentos de stress você pode sair para uma caminhada rápida nas intermediações da empresa e também pode se alongar por conta própria, isso vai ajudar a relaxar. Tudo é válido, se apegue aos pequenos gestos, pois quando esses detalhes virarem hábitos, eles farão toda a diferença em sua vida.

O corpo do ser humano foi feito para estar em movimento, portanto é muito importante para nossa saúde física e mental buscar equilíbrio entre as atividades intelectuais e os exercícios físicos. Cada um no seu tempo, cada um no seu limite, devemos respeitar nossos corpos e nossa rotina, e exatamente por isso devemos começar a colocar essas atividades em prática, pois os benefícios são muitos, não apenas pelas questões do corpo e mente, mas também pela questão social, quando praticamos algum esporte ou atividade paralela ao trabalho, arejamos a mentes, melhoramos nosso humor e aumentamos a probabilidade de ganharmos novos amigos com diversos interesses em comum, são em ocasiões como essa que podemos fazer amizades para vida toda. Por tanto, não deixem de se exercitar, bora por em prática a sugestão!

CLT: as vantagens são muitas!

 

 

 

 

 

Atualmente, a taxa de desemprego no Brasil só não é maior por conta da informalidade. Milhares de empreendedores se lançaram ao mercado, da maneira como podiam, e com isso movimentaram a economia do país gerando emprego para diversos trabalhadores. A população agradece e vai se virando como pode, porém, todos aqueles que já tiveram um emprego registrado sentem falta dos benefícios, da segurança e da estabilidade que um trabalho com carteira assinada oferece.

Trabalhar registrado é algo importante para os mais velhos, mas para a nova geração não faz tanta diferença, muitos dizem apenas que “o importante é trabalhar”. Em termos, estão certos, porém os jovens que já tiveram a experiência do trabalho formal, na grande maioria das vezes, não querem mudar o formato de contratação e nós pontuamos o porquê, confira alguns pontos:

– Vale Transporte e Vale Refeição, nas empresas que prezam pelo emprego formal é obrigatório que os funcionários tenham auxílio para tomar a condução até o local de trabalho, mesmo que com um valor descontado, e que recebam um valor para ajudar o custeio do almoço, de acordo com a região da empresa.

– Hora Extra, no regime CLT não existe jornada de trabalho maior que 8 horas diárias, se você passar dessa carga horária, o empregador deverá remunerá-lo por isso, ou então deverá criar um banco de horas que poderão ser posteriormente usadas como descanso.

– Férias Remuneradas e 13º salário são alguns dos benefícios que o trabalho registrado nos trás e que é padrão para todos os trabalhadores, dos cargos mais baixos aos mais altos em qualquer que seja o segmento de trabalho.

– Proteção Social, existem uma série de auxílios em dinheiro que o governo presta aos trabalhadores em situações de adversidade, como o Seguro Desemprego, Salário Maternidade, Auxílio Doença e a Aposentadoria, desde que cumpridos os quesitos legais necessários, e isto só vale para quem tem registro regular.

– FGTS, ou Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, esse é um benefício pago pela empresa que todo mês deposita 8% do valor correspondente ao salário bruto do funcionário em uma conta da Caixa Econômica Federal. O valor é corrigido e pode ser sacado quando o trabalhador é demitido sem justa causa,ou em outras poucas ocasiões especiais.

Como podemos notar, citamos acima apenas cinco dos benefícios para aqueles que trabalham sob o regime CLT, mas essa é uma visão parcial, existem muitas outras vantagens e, algumas delas variam de empresa para empresa como: Participação de Lucros, Convênio Médico e Odontológico, Creche, Auxílio Academia, etc. Em suma, temos motivos de sobra para jovens e não tão jovens profissionais lutarem pelo emprego formal, pela qualidade de vida e seu próprio bem-estar. A Talent Group apoia a causa do emprego formal e tem uma série de oportunidades esperando por profissionais qualificados, acesse www.talentgroup.com.br/vagas e confira!

O Poder do HumanGuide®

Uma profissão, não é somente uma profissão, existem Programadores e Programadores, Engenheiros e Engenheiros, Analistas e Analistas… Por trás de cada cargo, existem muitos outros fatores que influenciam diretamente no potencial e no desempenho de cada pessoa. Muito além das capacidades técnicas está a personalidade e a formação que cada pessoa tem como ser humano. Graças a evolução das técnicas e metodologias dos Recursos Humanos, hoje em dia é possível identificar quais são os profissionais mais adequados para liderar uma equipe e extrair o melhor de cada ser humano.

Muitas vezes, o profissional que tem maior qualificação técnica e pode resolver alguns dos problemas mais difíceis da sua empresa, não é a figura que pode extrair da sua equipe o que há de melhor. Muitas vezes, uma peça que tem um conhecimento razoável e abrangente pode ter mais toque para liderar e gerir pessoas do que um profissional com alta capacitação técnica. Óbvio, se a pessoa com maior capacitação técnica tiver um perfil de liderança, melhor, mas isso não é uma regra.

O HumanGuide® é uma plataforma de testes psicológicos aprovada pelo Conselho Federal de Psicologia que pode auxiliar, e muito, as empresas na hora de eleger um líder. Esse teste mapeia os fatores motivacionais de cada indivíduo, onde cada um responde algumas perguntas de forma muito intuitiva e os empregadores podem identificar os candidatos corretos para cada vaga e cada função na equipe dentro do perfil exigido pela empresa.

Com esse fator, nota-se que o mais importante não é empregar profissionais com as mesmas características para o mesmo cargo, mas sim pessoas com perfis diferentes para compor uma equipe robusta, com qualificações e traços diferentes que irão agregar a equipe como um todo, trazendo motivação ao grupo e benefícios ímpares para a instituição empregadora. Fazendo com que as relações se tornem mais fáceis e que esse tipo de seleção se torne uma ferramenta estratégica ao RH de cada empresa, que contrata com mais critério e traça um cruzamento de perfis amplamente eficiente e responsável.

Vale lembrar, que essa metodologia foi inteiramente desenvolvida no Brasil e que especialistas em tecnologia e psicologia trabalharam duro nisso por anos, o que garante solidez no processo que tem garantia do Conselho Federal de Psicologia. Ou seja, essa é uma forma real e concreta para contratar com mais precisão e assertividade, reduzindo o turnover das empresas envolvidas e poupando o investimento de todos os envolvidos no processo.

Se sua empresa está buscando formar uma equipe coesa e que irá te trazer grandes resultados, não deixe de consultar a Talent Group para fazer o Recrutamento e Seleção dos candidatos, mas também para aplicar o HumanGuide® ou até mesmo fazer a terceirização de profissionais se for necessário.

Home Office, a moda está pegando!

 

Trabalhar de forma remota é cada vez mais constante em empresas dos mais variados portes e dos mais diversos segmentos. A prática varia muito de acordo com cada função, algumas tarefas ainda exigem a presença física dos profissionais e muitos detalhes são mais facilmente transmitidos quando olhamos olho no olho. Mas o fato é que o home office não é mais coisa do futuro, e sim do presente!

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, nem sempre quem trabalha home office trabalha em casa como sugere o nome. Trabalhar home office significa poder trabalhar durante uma viagem, em um café próximo a sua casa, em um escritório de coworking, em um parque, ou qualquer outro lugar que faça a pessoa se sentir confortável e que ela possa desempenhar seu papel com seriedade e concentração. Portanto, o termo “home office” se resume muito mais a não trabalhar, obrigatoriamente, dentro do escritório. Significa, acima de tudo, ter mais mobilidade.

Para aderir a esse método de trabalho, é necessário ter disciplina e organização. Alinhar os horários para execução de algumas tarefas e reuniões específicas é fundamental para que tudo corra bem. Ser acessível é primordial, porque apesar da distância física, a empresa deve sentir que o colaborador esteja disponível durante seu expediente. Apesar da comunicação poder ser centralizada em canais como o e-mail, é recomendável que ferramentas de vídeo conferência estejam disponíveis para facilitar a comunicação de forma mais direta, principalmente quando houver pautas/projetos mais densos. O próprio WhatsApp pode facilitar a comunicação na hora de ajustar detalhes operacionais de forma rápida.

Os benefícios não param por aí, trabalhar à distância possibilita qualidade de vida a todos envolvidos, direta ou indiretamente. O fato dos profissionais que atuam home office economizarem tempo de deslocamento até suas empresas, poderem combinar suas tarefas com outras atividades pessoais, e, principalmente, não entrarem na estatística dos quilômetros de congestionamento diários, acaba ajudando a população como um todo. De quebra, normalmente estes profissionais trabalham com mais satisfação e podem até ter um melhor desempenho em determinadas funções.

Porém, como citado acima, é necessário que o profissional não deixe os fatores “extra campo” interferirem em seu foco e na sua determinação para executar as suas tarefas. O comprometimento deve estar acima de tudo. Estipular prazos e renegociá-los com antecedência, quando for necessário, é um ponto chave para que todos saiam satisfeitos do processo. Transparência e pontualidade são determinantes nessa experiência.

Com o empenho de todos, o trabalho à distância será uma experiência positiva, e será cada vez mais comum que mais funcionários da empresa queiram executar suas tarefas de forma remota. O planejamento da empresa será de suma importância, porque a medida exata de quem, quando e quantos podem fazer uso desta prática é mandatório. Vale lembrar que não é necessário fazer do home office uma prática integral. Ele deve ser negociado entre empresa e profissionais, estipulando, com bom senso, quais as melhores condições para ambos os lados.

Importante lembrar que a prática do home office veio para facilitar a vida de todos, e veio pra ficar!